sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Pierrot, Arlequim e Colombina...


Pierrot ou Arlequim?
Pobre colombina...
Entre o tolo e o esperto
Seu amor esta disperso.

No baile de máscara
Que a vida se constrói
O amor de um renasce
E o de outro destrói.

Coração estraçalhado
Do pobre Pierrot
Fostes abandonado
A Colombina o deixou.

Arlequim das artimanhas
Esperto como ele só
Conquistou a Colombina
Com uma nota só.

Neste triângulo amoroso
Um coração sairá ferido
Arlequim ou Pierrot
Quem será o escolhido?


Colombina indecisa
Vamos logo e decida
O rumo de sua vida
Já se passaram alguns carnavais
E você não se apruma jamais.

(Fabio Farak)

Um comentário:

  1. Bela poesia, belo blog.

    Por onde andas?

    Abraço.

    ResponderExcluir